quarta-feira, 22 de julho de 2009

Em que mundo vivemos?

.
Sabe aquelas situações que acontecem aleatoriamente e que te fazem voltar a ter fé na humanidade? Hoje aconteceu uma comigo e eu, sendo eu, acabei solenemente cagando em cima.

Foi assim: fui ver o show de um amigo em um bar. O problema é que, não importa se a apresentação é para 6 pessoas ou para 6 mil, show sempre atrasa. E esse já começava tarde, para um dia de semana: 21h30. Sendo que eu moro em outra cidade.

Ou seja, assisti o que pude e tive que picar minha mula antes do fim. Aí só deu eu levantando no meio do show, passando pelas mesas, incomodando as pessoas. Meu amigo zoou comigo no microfone: "ah, tá indo embora, tem que pegar o trem para Santo André".

Nisso, uma moça bem bonita, que eu nunca tinha visto na vida, me parou e disse: "você mora em Santo André? Eu também... se quiser, te dou carona".

Então eu, em absoluto choque por ver essa demonstração de - Jesus, me segura - solidariedade em plena noite paulista, disse a coisa mais imbecil que alguém poderia dizer nessa hora:

- Er... tem certeza que você quer dar carona para um estranho?

...
...
(espaço reservado para o leitor abaixar a cabeça, cerrar os lábios, esfregar a testa com as pontas dos dedos e dizer "puta que o pariu, bicho burro")
...
...

Além de estragar minha carona, demonstrei por A mais B que a humanidade não presta mesmo.
.

4 comentários:

Luiza disse...

HAHAHAHAHAHAH
Caramba, Vic...

A moça realmente disse um "N Ã O", com todas as letras, após seu infeliz questionamento?

Eduardo Costa disse...

HAUAHUAHAUHAUAHAHU

queria mandar um 'podia ser pior', mas realmente não dá.

ana luiza disse...

aai te entendo, ja dei um fora desses...

Fernando Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.